quarta-feira, 26 de novembro de 2014

Professora evangélica chama criança de ‘preta do diabo’

Professora submeteu estudantea um exorcismo durante a aula
A mãe de uma estudante de 8 anos está acusando uma professora evangélica de chamar sua filha de “preta do diabo", "endemoniada", "satanás", entre outros xingamentos de cunho religioso. 

A professora é fiel da Igreja Universal de Deus, e o motivo do tratamento discriminatório seria o fato de a menina ser católica, segundo a mãe.A escola fica em Porto Velho, capital de Rondônia. Ela se chama Padre Chiquinho.

De acordo com Boletim de Ocorrência que a mãe registrou na polícia, a professora faz proselitismo da Universal em sala de aula.
A estudante disse que teve de passar pelo constrangimento de ser submetida durante uma aula a um exorcismo, porque a professora falou que precisava tirar um demônio dela.

A mãe afirmou à polícia que procurou obter uma explicação da professora, que a recebeu com gritos e palavrões. A professora evangélica teria dito que ia continuar sua pregação aos estudantes e que nada ia acontecer com ela. 

Aparentemente, a direção da escola se posicionou a favor da professora, porque, para resolver o problema, apenas determinou que a estudante mudasse de classe.Temendo novas perseguições à filha, a mãe resolveu tirá-la da escola.

A polícia está investigando o caso.

Com informação do Rondônia ao Vivo.
http://www.paulopes.com.br

Um comentário:

  1. Infelizmente isso acontece em todos os lugares. Estou me referindo a intolerância ! Religiosos,ateus...quando não aprendem amar ao próximo não passam de alienados em suas visões torpes. obloggao.blogspot.com

    ResponderExcluir