quarta-feira, 26 de novembro de 2014

E os ônibus, cadê? Transporte coletivo, última chamada

A Prefeitura tem até hoje para resolver a situação do transporte coletivo. A sociedade civil não agüenta mais e pensa numa manifestação

A Prefeitura tem que resolver o problema da falta de ônibus em Açailândia até hoje. Caso contrario, a conversa sairá do escritório da Promotoria para continuar nas ruas, com uma grande mobilização que poderá acontecer na próxima sexta-feira, dia 28 de novembro.

O mesmo representante da Procuradoria do Município, Rafael Wilson de Melo Lopes, comprometeu-se no dia 20 de novembro a levar uma resposta à Promotoria em relação ao transporte público na cidade até o dia 26 de novembro, às 18 horas.

Na reunião da quinta-feira da semana passada, que aconteceu na sala de reuniões da sede das Promotorias de Açailândia, foram apresentadas também várias propostas para resolver a situação desde já: utilizar os ônibus escolares amarelos do Município em circulação nos horários de pico para transportar gratuitamente idosos, deficientes e estudantes; utilizar o decreto de emergência no transporte para botar ônibus para circular; garantir uma vaga gratuita em cada táxi a lotação, no assento da frente, para idosos e deficientes; reconhecer o direito dos estudantes a pagar meia passagem sem limite de quantidade em cada táxi.

A sociedade civil de Açailândia, depois de ter sofrido demais pela falta de ônibus, está querendo uma resposta séria, concreta e imediata. Está querendo que o próprio direito à mobilidade seja respeitado pela Prefeitura. Está querendo que os ônibus rodem normalmente de novo na cidade. E se nada disso acontecer até hoje à tarde, a população irá dar um basta na próxima sexta-feira com uma grande manifestação.

Açailândia, dia 26 de Novembro de 2014
Rede de Cidadania

Nenhum comentário:

Postar um comentário