terça-feira, 2 de agosto de 2011

Líderes desistem de vender mega-templo evangélico para católicos


Líderes da Crystal Cathedral anunciaram neste domingo a decisão de não mais vender mega templo para saldar uma dívida de quase U$$ 50 milhões, segundo matéria veiculada no Christian Post, os pastores acreditam que Deus pode operar um milagre e transformar toda a situação.
A decisão surpreendeu até mesmo o fundador da igreja, Robert H Schuller, que não esperava essa atitude por parte da comissão responsável por garantir o quitamento total da dívida junto ao governo. “É tempo para se concentrar na recuperação, e não abandono”, Schuller disse em um comunicado. “É hora de encarar a nossa montanha.”
Além de lidar com a falência em virtude das altas dívidas, os líderes da igreja estão enfrentando as duras batalhas com as acusações de nepotismo por membros mais velhos da igreja, que chegaram a organizar um petição on line pedindo a demissão de Schuller.
Jim McDonald, que organizou a petição online, disse que já coletou cerca de 800 assinaturas de membros da Crystal Cathedral, que querem um conselho independente, sem qualquer da família Schuller e amigos.
Crystal Cathedral, localizada em Garden Grove, Califórnia, foi fundada em 1955 por Schuller e sua esposa, Arvella, como a Igreja da Comunidade de Garden Grove. A igreja afirma ter mais de 10.000 membros atualmente.
Por Pollyanna Mattos

Nenhum comentário:

Postar um comentário