quarta-feira, 6 de abril de 2011

NOTA DE REPÚDIO NOTA DE REPÚDIO

Nós, entidades da sociedade civil organizada do município de Açailândia-MA, abaixo-assinados, vimos por meio desta manifestar o nosso veemente repúdio à atitude do Governo Roseana Sarney  em relação ao descaso com que vem tratando a Educação no Estado do Maranhão, fato visível nas péssimas condições de funcionamento da maioria das escolas, no desrespeito à igualdade salarial entre professores efetivos e contratados, nos acordos firmados e não cumpridos em relação a aprovação do Estatuto do Educador, dentre outras reivindicações do SINPROESEMMA, além das manobras para silenciar a maioria dos meios de comunicação no Estado, entre outras atitudes nocivas ao povo maranhense.

Entendemos que tais atitudes se constituem numa afronta à Constituição Federal Brasileira em seu artigo 205 – “A educação, direito de todos e dever do Estado e da família, será promovida e incentivada com a colaboração da sociedade, visando ao pleno desenvolvimento da pessoa, seu preparo para o exercício da cidadania e sua qualificação para o trabalho”, pois no nosso entendimento a Educação é o pilar central para construção de um povo livre, portanto precisa ser priorizada e levada a sério.  

Posto isso, convocamos toda a sociedade para apoiar nossos educadores, afinal é nos educadores que creditamos a força para libertar os milhares de analfabetos maranhenses (31,7%) das mazelas de um governo autoritário e anti-democrático


Açailândia-MA, 18 de Março de 2011



Acampamento Nova Esperança
Academia Açailandense de Letras
ADEPAL
AFEECA
AFJ – A Força da Juventude
Associação de Moradores do Piquiá de Baixo
Associação de Moradores do Jacu
Centro de Defesa da Vida e dos Direitos Humanos de Açailândia
Paróquia São João Batista
Sindicato dos Metalúrgicos
Sindicato dos Mototaxistas de Açailândia
Sindicato dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal de Açailândia
Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais de Açailândia
UESA  - União dos Estudantes Secundaristas de Açailândia

Nenhum comentário:

Postar um comentário