sexta-feira, 11 de fevereiro de 2011

Polícia confirma que bebê morto em Ilhéus

 sofreu violência sexual


Shauana Araújo de Jesus foi deixada no 

hospital pela mãe. Quando as enfermeiras 

foram colocar uma sonda, descobriram 

que o ânus da criança estava dilacerado


Redação CORREIO
A delegada Ângela Regina Lopes de Ilhéus,
 no sul da Bahia, confirmou na manhã desta quinta-feira (10), que o Departamento de
 Polícia Técnica da região, mesmo com o 
laudo ainda não tendo sido divulgado, 
afirmou que a menina de um ano que 
morreu no sábado (5), sofreu abuso sexual. Shauana Araújo de Jesus foi deixada no 
hospital pela mãe. Quando as enfermeiras 
foram colocar uma sonda, descobriram 
que o ânus da criança estava dilacerado.
Ainda de acordo com a delegada, os seis
 médicos que prestariam depoimento hoje
 não compareceram. "Os médicos que
 poderiam ter atendido o bebê não vieram.
 Acho que por terem sido muitos médicos chamados, acabou que teve essa ausência.
 Mas já conversei com o diretor do hospital
 e teremos de chamar um a um em dias diferentes", informou.
Nesta terça-feira (8) os parentes da menina começaram a depor. Segundo Iranildo Francisco de Jesus, pai da menina, a vítima foi internada na última sexta-feira no Hospital Regional de Ilhéus com um corte no queixo e a garganta inflamada. O corpo já foi necropsiado e a polícia aguarda o resultado do laudo. Na certidão de óbito consta que a menina sofreu violência sexual.

Nenhum comentário:

Postar um comentário